Saúde Puericultura Pré-mamã e Mamã Educação Desenvolv. Infantil Desporto Festas Infantis Material Didáctico Actividades Lúdicas Vestuário Casa e Decor Transportes Produtos Biológicos Yoga Massagem Infantil Seguros e Finanças Viagens e Lazer Animais Ofertas Formativas Artigos 2ª Mão

Publicidade




Ler uma História

A prenda do cisne



ler história


Receitas da Semana

Cake Pops



ver receita


Venda de Livros

 


 
FacebookTwitterGoogle+LinkedInNewsletter
Notícias

 



Pais portugueses descuram conteúdos visitados por filhos
12-02-2008
TSF Online
  No Dia Europeu da Internet Segura, que se assinala esta terça-feira, um estudo dá conta que os pais portugueses são dos que menos se preocupam com os conteúdos que os filhos visitam na rede.

   Os pais portugueses preocupam-se sobretudo com o tempo que os filhos passam na Internet, mas descuram os conteúdos visitados, segundo um estudo feito recentemente e divulgado a propósito do Dia Europeu da Internet Segura, que se celebra esta terça-feira.

   Num estudo comparativo do comportamento dos pais em relação ao uso que os filhos fazem da Internet, levado a cabo em Portugal, na Polónia e no Reino Unido, revelou que os pais portugueses são os que menos sabem o que os filhos fazem na rede.

   "Verificámos uma grande diferença em relação ao conhecimento, por parte dos pais portugueses, sobre o que se passa na rede, o que os filhos fazem e também sobre o que falam com os filhos", contou à TSF a coordenadora deste estudo.

   Cristina Ponte acrescentou que, em matéria de segurança, um dado "de contraste e preocupante" refere-se ao baixo número de pais portugueses que referiu os "cuidados a ter na indicação de formação pessoal".

   Os pais portugueses preocupam-se acima de tudo com o "tempo que as crianças e os jovens" passam na Internet, enquanto os pais britânicos privilegiam evitar "que os filhos visitem certos sítios na Internet", adiantou.

   A Polícia Judiciária, que se associa ao Dia Europeu da Internet Segura, tem um piquete a funcionar 24 horas por dia para dar respostas a denuncias ou suspeitas de comportamentos e conteúdos ilegais na rede, como pornografia de menores.


<<  voltar  |  topo  |  Todas as Notícias





Termos e Condições de Utilização
Copyright - Portal da Criança - 2007-2014
Desenvolvido por:
 CCEB