Saúde Puericultura Pré-mamã e Mamã Educação Desenvolv. Infantil Desporto Festas Infantis Material Didáctico Actividades Lúdicas Vestuário Casa e Decor Transportes Produtos Biológicos Yoga Massagem Infantil Seguros e Finanças Viagens e Lazer Animais Ofertas Formativas Artigos 2ª Mão

Publicidade




Ler uma História

Os mil pássaros de Sadako (1ª parte)



ler história


Receitas da Semana

Cake Pops



ver receita


Venda de Livros

 


 
FacebookTwitterGoogle+LinkedInNewsletter
Notícias

 



Crianças desaparecidas: Associação ultrapassa mil inscritos
24-09-2007
Diário Digital / Lusa
Mais de mil pessoas já se inscreveram como associados da recém-criada Associação Portuguesa de Crianças Desaparecidas (APCD), disse hoje à agência Lusa Luís Monteiro, um dos fundadores.

O pai de Rita Slof Monteiro, desaparecida em Fevereiro de 2006 em Leça da Palmeira, Matosinhos, então com 18 anos, referiu que os mentores da criação da associação foram o padrinho e a mãe de Rui Pedro (http://www.ruipedro.net/), desaparecido em Lousada em 1998, com 11 anos.

Entre os sócios fundadores, contam-se também os pais de Rui Manuel Pereira, desaparecido em Famalicão em 1999, então com 14 anos.

A associação foi formalmente criada por escritura pública em 10 de Setembro, em Matosinhos, tendo este fim-de-semana inaugurado uma página na Internet (http://www.ap-cd.pt/), onde para já constam apenas os estatutos e a ficha de inscrição.

Luís Monteiro enalteceu o apoio que os fundadores têm recebido na instalação da associação, salientando que o principal objectivo nesta fase é o aumento do número de associados (que pagam 2,50 euros de quota mensal), para que a APCD ganhe autonomia financeira.

"Entretanto, já verificámos que em Portugal não há nenhuma instituição que diga quantas crianças e jovens desapareceram e quais os contactos dos familiares", lamentou.

Luís Monteiro criticou a "muita leviandade" com que as autoridades portuguesas habitualmente lidam com os casos de crianças desaparecidas, afirmando que os fundadores da associação pretendem "mudar as mentalidades no país" e sensibilizar para este "problema grave".



<<  voltar  |  topo  |  Todas as Notícias





Termos e Condições de Utilização
Copyright - Portal da Criança - 2007-2014
Desenvolvido por:
 CCEB