Saúde Puericultura Pré-mamã e Mamã Educação Desenvolv. Infantil Desporto Festas Infantis Material Didáctico Actividades Lúdicas Vestuário Casa e Decor Transportes Produtos Biológicos Yoga Massagem Infantil Seguros e Finanças Viagens e Lazer Animais Ofertas Formativas Artigos 2ª Mão

Publicidade




Ler uma História

Natal no Hipermercado (2ª parte)



ler história


Receitas da Semana

Cake Pops



ver receita


Venda de Livros

 


 
FacebookTwitterGoogle+LinkedInNewsletter
Notícias

 



Tuberculose afectou 48 crianças no ano passado
23-03-2011
Diário Digital
  Em 2010 foram diagnosticados 48 casos de tuberculose em crianças menores de 15 anos, quase todas residentes nas áreas metropolitanas de Lisboa e Porto, revela um relatório da Direcção-geral da Saúde (DGS).

Dezassete destas crianças tinham menos de cinco anos e apenas seis crianças tinham nascido no estrangeiro, adianta o relatório para o dia Mundial da Tuberculose (24 de Março), a que a agência Lusa teve acesso.

Em 2010 foram diagnosticados 2.559 casos de tuberculose em Portugal, o que representa uma redução de 11% relativamente à taxa de incidência definitiva em 2009.

Em 71% dos doentes, os pulmões estavam atingidos e, entre estes, 5,3% tinham também lesões em outros órgãos.

A ocorrência de "formas graves" de tuberculose em crianças com menos de 15 anos, critério major para ponderar a manutenção da vacinação universal pelo BCG, foi notificada em dois casos: um de tuberculose do sistema nervoso central (não meníngea) e um de doença disseminada.

O número de casos em estrangeiros mantém-se estável desde 2004, sendo que a proporção relativamente aos nacionais tem vindo a aumentar (em 2010 foram notificados 397 casos entre novos e retratamentos, ou seja, 16% do total).

Esta proporção é das mais baixas da União Europeia (que tem, no seu conjunto, 23,6%, sendo em nove países mais de 50% e em quatro mais de 80%).

Estima-se que a taxa de incidência da doença na população estrangeira em 2010 foi de 87/100 mil, o que significa que têm 3,5 vezes mais probabilidade de contrair tuberculose do que a população geral.

A infecção VIH/SIDA é o "factor de risco mais importante para o desenvolvimento de tuberculose activa", sendo de extrema importância a realização do teste VIH nas pessoas com tuberculose.

Em 2009, o teste cobriu 87% dos casos de tuberculose, confirmando-se a prevalência da infecção VIH em 15% (391 casos), o que representa um decréscimo de 45% nos últimos 10 anos.


<<  voltar  |  topo  |  Todas as Notícias





Termos e Condições de Utilização
Copyright - Portal da Criança - 2007-2014
Desenvolvido por:
 CCEB