Saúde Puericultura Pré-mamã e Mamã Educação Desenvolv. Infantil Desporto Festas Infantis Material Didáctico Actividades Lúdicas Vestuário Casa e Decor Transportes Produtos Biológicos Yoga Massagem Infantil Seguros e Finanças Viagens e Lazer Animais Ofertas Formativas Artigos 2ª Mão

Publicidade




Ler uma História

A cor dos olhos



ler história


Receitas da Semana

Cake Pops



ver receita


Venda de Livros

 


 
FacebookTwitterGoogle+LinkedInNewsletter
Notícias

 



Número de apoio às crianças será o mesmo em toda a Europa
01-02-2008
Sol
   As crianças de toda a Europa vão ter em breve um mesmo número de telefone de apoio, o 116 111, linha que em Portugal será assegurada pelo Instituto de Apoio à Criança.

   A 15 de Fevereiro de 2007, a Comissão Europeia propôs a reserva do 116 111 como número harmonizado nos Estados-membros, com o objectivo de ajudar as crianças que necessitam de cuidados e protecção.

   Em Portugal, o direito de utilização do 116 111, linha gratuita de apoio à criança, foi atribuído pela Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom) ao SOS Criança do Instituto de Apoio à Criança, um serviço telefónico pioneiro em Portugal a funcionar desde 1988.

   O 116 111 virá no futuro substituir os números hoje usados para esse fim a nível nacional, 21 793 1617 e 800202651, actualmente a funcionar como números de acesso ao serviço SOS Criança.

   Com a atribuição do número europeu, que terá agora de ser operacionalizado, o SOS Criança do IAC assegurará o serviço directa ou indirectamente de forma permanente 24 horas por dia e sete dias por semana.

   Deve ainda o SOS criança, entidade a quem foi atribuído o novo número enquanto linha de apoio, continuar a ajudar as crianças que necessitem de cuidados e protecção, articular os diversos serviços e recursos, oferecendo-lhes directamente ou indirectamente a oportunidade de exporem os seus problemas, de falarem de questões que as afectam e de pedirem ajuda.

   Além deste número de apoio social, ao SOS Criança foi também atribuído o número único europeu para a comunicação de casos de crianças desaparecidas, o 116 000, cuja criação surgiu através da mesma directiva europeia.

   A criação destes números únicos é uma das medidas integradas na estratégia europeia para defender os direitos das crianças apresentada em Julho de 2006.

   Um único número de telefone comum e gratuito permitirá aos pais, às testemunhas e às crianças o acesso rápido a um serviço de ajuda.

   Existem actualmente linhas telefónicas especiais quer para casos de crianças desaparecidas quer para apoio social, mas cada país da UE dispõe de um número diferente.


<<  voltar  |  topo  |  Todas as Notícias





Termos e Condições de Utilização
Copyright - Portal da Criança - 2007-2014
Desenvolvido por:
 CCEB