Saúde Puericultura Pré-mamã e Mamã Educação Desenvolv. Infantil Desporto Festas Infantis Material Didáctico Actividades Lúdicas Vestuário Casa e Decor Transportes Produtos Biológicos Yoga Massagem Infantil Seguros e Finanças Viagens e Lazer Animais Ofertas Formativas Artigos 2ª Mão

Publicidade




Ler uma História

Natal nas trincheiras



ler história


Receitas da Semana

Cake Pops



ver receita


Venda de Livros

 


 
FacebookTwitterGoogle+LinkedInNewsletter
Notícias

 



"Caixa Mágica" já circula na Cidade da Praia
22-10-2007
O Primeiro de Janeiro
  A cooperação portuguesa ofereceu a uma instituição de apoio a jovens uma auto-caravana destinada a ajudar crianças de rua e que andará pelos bairros mais pobres da Cidade da Praia, capital de Cabo Verde. A caravana vai apoiar o projecto "Educação de Rua", da responsabilidade da Acrides - Associação Crianças Desfavorecidas, e o apoio foi contabilizado ainda em formação de quatro animadores de rua, um assistente social e um psicólogo, dada por técnicos do IAC (Instituto de Apoio à Criança, de Portugal) que se deslocaram a Cabo Verde.

   A contribuição de Portugal, no valor de 58 mil euros, contou ainda com a entrega de 150 livros infanto-juvenis, uma oferta do Centro Cultural Português/Instituto Camões, da Cidade da Praia. Sábado, numa cerimónia no centro da capital, com a presença de cerca de duas centenas de crianças, o ministro do Trabalho, Família e Solidariedade, Sidónio Monteiro, e a embaixadora de Portugal em Cabo Verde, Graça Guimarães, inauguraram solenemente a caravana, que irá agora, com técnicos da Acrides, dar início ao trabalho nos bairros mais pobres da capital.

   A caravana, com um médico, um psicólogo e animadores, irá chamar-se "Caixa Mágica" e "contribuir para a integração social de crianças e jovens de rua" e "prevenir situações de novas crianças de rua", disse a presidente da Acrides. Através da caravana, garantiu Lourença Tavares, crianças terão acesso a noções de higiene, protecção ambiental e formação cívica e profissional, havendo ainda a preocupação de trabalhar com os pais desses jovens. Trata-se, na verdade, "de uma escola de rua, um centro de emergência para as crianças poderem passar uma noite com dignidade e terem uma refeição quente" concluiu a responsável.


<<  voltar  |  topo  |  Todas as Notícias





Termos e Condições de Utilização
Copyright - Portal da Criança - 2007-2014
Desenvolvido por:
 CCEB