Saúde Puericultura Pré-mamã e Mamã Educação Desenvolv. Infantil Desporto Festas Infantis Material Didáctico Actividades Lúdicas Vestuário Casa e Decor Transportes Produtos Biológicos Yoga Massagem Infantil Seguros e Finanças Viagens e Lazer Animais Ofertas Formativas Artigos 2ª Mão

Publicidade




Ler uma História

Os mil pássaros de Sadako (1ª parte)



ler história


Receitas da Semana

Cake Pops



ver receita


Venda de Livros

 


 
FacebookTwitterGoogle+LinkedInNewsletter
Notícias

 



91% das crianças portuguesas usam a Internet
07-11-2010
Tek
  O último relatório do Instituto Nacional de Estatística sobre a utilização das tecnologias de informação e comunicação pelas famílias revela que a percentagem de crianças portuguesas que usam a Internet é actualmente de 91 por cento, num universo onde 96 por cento dos jovens entre os 10 e os 15 anos afirmam ter computador.

A idade foi identificada como um dos factores com maior peso no estudo, que afirma que "a utilização de computador e Internet varia na razão inversa da idade". Entre os indivíduos a partir dos 16 anos a percentagem de utilizadores de computador é de 55 por cento, e 51 por cento acedem à Internet.

Os números mostram ainda que em 2010 passa a ser a residência o local privilegiado para uso do computador (95%) e da Internet (92%), ao contrário do que acontecia em 2008, o que pode reflectir o investimento que tem vindo a ser feito nomeadamente no âmbito de programas como o e-escola e o e-escolinha, que facilitam o acesso pelos alunos a computadores a custos mais reduzidos.

Já no que respeita à utilização dos recursos, a Internet é maioritariamente usada para "procurar informação para trabalhos escolares" (97%), seguida pela troca de mensagens em chats, blogs, newsgroups e fóruns online (86%), afirmaram os inquiridos. O email surge em terceiro (85,5%), seguido do download de jogos, imagens, filmes ou música (79,2%).

Num cenário em que é, globalmente, notório um crescimento na utilização das TIC, 60 por cento dos lares têm computador e 54 por cento ligação à Internet. Os números representam um aumento de 12 e 7 por cento, respectivamente, face a uma análise de 2006 do INE, mas o indicador que mais cresceu foi o da banda larga.

A presença deste tipo de acessos aumentou 24 por cento, estando presente em 50 por cento das casas portuguesas em 2010 e sendo também o tipo de acesso mais comum. A ligação por cabo foi a mais referida (37%), seguida pela DSL (30%) e pela banda larga móvel (27%).

Os dados foram recolhidos entre Abril e Maio deste ano, através de entrevistas telefónicas em mais de 11 mil residências.


<<  voltar  |  topo  |  Todas as Notícias





Termos e Condições de Utilização
Copyright - Portal da Criança - 2007-2014
Desenvolvido por:
 CCEB