Saúde Puericultura Pré-mamã e Mamã Educação Desenvolv. Infantil Desporto Festas Infantis Material Didáctico Actividades Lúdicas Vestuário Casa e Decor Transportes Produtos Biológicos Yoga Massagem Infantil Seguros e Finanças Viagens e Lazer Animais Ofertas Formativas Artigos 2ª Mão

Publicidade




Ler uma História

E as flores regressaram... (2ª parte)



ler história


Receitas da Semana

Cake Pops



ver receita


Venda de Livros

 


 
FacebookTwitterGoogle+LinkedInNewsletter
Notícias

 



91% das crianças portuguesas usam a Internet
07-11-2010
Tek
  O último relatório do Instituto Nacional de Estatística sobre a utilização das tecnologias de informação e comunicação pelas famílias revela que a percentagem de crianças portuguesas que usam a Internet é actualmente de 91 por cento, num universo onde 96 por cento dos jovens entre os 10 e os 15 anos afirmam ter computador.

A idade foi identificada como um dos factores com maior peso no estudo, que afirma que "a utilização de computador e Internet varia na razão inversa da idade". Entre os indivíduos a partir dos 16 anos a percentagem de utilizadores de computador é de 55 por cento, e 51 por cento acedem à Internet.

Os números mostram ainda que em 2010 passa a ser a residência o local privilegiado para uso do computador (95%) e da Internet (92%), ao contrário do que acontecia em 2008, o que pode reflectir o investimento que tem vindo a ser feito nomeadamente no âmbito de programas como o e-escola e o e-escolinha, que facilitam o acesso pelos alunos a computadores a custos mais reduzidos.

Já no que respeita à utilização dos recursos, a Internet é maioritariamente usada para "procurar informação para trabalhos escolares" (97%), seguida pela troca de mensagens em chats, blogs, newsgroups e fóruns online (86%), afirmaram os inquiridos. O email surge em terceiro (85,5%), seguido do download de jogos, imagens, filmes ou música (79,2%).

Num cenário em que é, globalmente, notório um crescimento na utilização das TIC, 60 por cento dos lares têm computador e 54 por cento ligação à Internet. Os números representam um aumento de 12 e 7 por cento, respectivamente, face a uma análise de 2006 do INE, mas o indicador que mais cresceu foi o da banda larga.

A presença deste tipo de acessos aumentou 24 por cento, estando presente em 50 por cento das casas portuguesas em 2010 e sendo também o tipo de acesso mais comum. A ligação por cabo foi a mais referida (37%), seguida pela DSL (30%) e pela banda larga móvel (27%).

Os dados foram recolhidos entre Abril e Maio deste ano, através de entrevistas telefónicas em mais de 11 mil residências.


<<  voltar  |  topo  |  Todas as Notícias





Termos e Condições de Utilização
Copyright - Portal da Criança - 2007-2014
Desenvolvido por:
 CCEB