Saúde Puericultura Pré-mamã e Mamã Educação Desenvolv. Infantil Desporto Festas Infantis Material Didáctico Actividades Lúdicas Vestuário Casa e Decor Transportes Produtos Biológicos Yoga Massagem Infantil Seguros e Finanças Viagens e Lazer Animais Ofertas Formativas Artigos 2ª Mão

Publicidade




Ler uma História

A mamã caiu de cabeça



ler história


Receitas da Semana

Cake Pops



ver receita


Venda de Livros

 


 
FacebookTwitterGoogle+LinkedInNewsletter
Notícias

 



Especialista quer ementas mais saudáveis nas escolas
05-03-2010
Diário IOL
  Duas em cada cinco crianças portuguesas são obesas ou têm excesso de peso no final da escola primária.

A criação de programas de alimentação saudável grátis para crianças em idade escolar e a proibição de restaurantes de fast food próximo dos estabelecimentos de ensino foram alguns dos conselhos deixados por um especialista americano em obesidade infantil, presente num debate em Lisboa.

Nicholas Freudenberg, professor de saúde pública na universidade de Nova Iorque, participou, esta sexta-feira, numa palestra sobre "As Autarquias e a Promoção da Saúde", durante o qual defendeu a mobilização dos municípios no combate à obesidade infantil.

O especialista considerou a agressividade da indústria que promove o fast food e a alimentação pouco saudável como uma das grandes responsáveis pela obesidade infantil.

Por isso Freudenberg recomenda aos municípios que "condicionem o acesso à fast food e restaurantes pouco saudáveis, limitando-os a uma determinada zona da cidade e, sobretudo, afastando-os de escolas", referiu o professor.

Na sessão, promovida pelo Instituto Nacional Ricardo Jorge e pela Escola Nacional de Saúde Pública, foi ainda apresentado um estudo que revela que os municípios consideram que necessitam de mais dinheiro para promover a saúde local.



<<  voltar  |  topo  |  Todas as Notícias





Termos e Condições de Utilização
Copyright - Portal da Criança - 2007-2014
Desenvolvido por:
 CCEB