Saúde Puericultura Pré-mamã e Mamã Educação Desenvolv. Infantil Desporto Festas Infantis Material Didáctico Actividades Lúdicas Vestuário Casa e Decor Transportes Produtos Biológicos Yoga Massagem Infantil Seguros e Finanças Viagens e Lazer Animais Ofertas Formativas Artigos 2ª Mão

Publicidade




Ler uma História

O Zé Botarras (1ª parte)



ler história


Receitas da Semana

Cake Pops



ver receita


Venda de Livros

 


 
FacebookTwitterGoogle+LinkedInNewsletter
Notícias

 



Livro infantil chama a atenção para a sinistralidade rodoviária
10-10-2009
Rostos
  A jornalista Paula Farinhas lançou ontem, no Clube Setubalense, o seu primeiro livro infantil "Andar à Toa na Estrada, não é uma Boa!", editado em parceria com a artista plástica Inês de Carvalho, responsável pelas ilustrações da obra. O conto, alusivo à prevenção e segurança rodoviárias, foi integrado numa campanha que o Governo Civil do Distrito de Setúbal promoveu, no início do ano escolar, junto dos alunos do 1.º ciclo dos 13 concelhos do Distrito, abrangendo mais de sete mil crianças entre os cinco e os nove anos.

O Governo Civil adquiriu, também, 500 exemplares da obra que vão passar a integrar as bibliotecas de todas as Escolas do 1.º Ciclo do Distrito de Setúbal, constituindo-se, assim, num instrumento útil para os professores abordarem a temática da segurança rodoviária.

Durante a cerimónia a autora do conto fez a entrega simbólica dos livros ao Governador Civil do Distrito de Setúbal, Mário Cristóvão, e às Equipas de Apoio às Escolas, que vão fazer, chegar, esta semana, os exemplares às Escolas.

Desejando felicidades à jornalista nesta nova incursão pelos livros infantis, Mário Cristóvão agradeceu a sua colaboração numa área na qual o Governo Civil tem vindo a trabalhar para garantir que as futuras gerações sejam "mais responsáveis e mais conscientes no exercício da cidadania rodoviária".

"A Paula Farinhas apresentou-nos esta história e nós acolhemo-la de imediato porque entendemos que é uma importante ferramenta para transmitirmos às crianças a importância da cidadania rodoviária", começou por dizer Mário Cristóvão, acrescentando que o livro "Andar à Toa na Estrada, não é uma Boa!", associado a um jogo didáctico produzido para o Governo Civil, "ajudará as crianças a compreenderem melhor as regras que se devem obedecer em ambiente rodoviário".

Agradecendo ao Governo Civil por ter "abraçado" a sua história, Paula Farinhas defendeu a importância de se trabalhar a temática da prevenção rodoviária, junto dos mais novos, de forma didáctica.

"Este conto nasce da minha preocupação com os números negros da sinistralidade, registados diariamente, daí que é importante começarmos a trabalhar nas camadas mais jovens, porque absorvem tudo, eles são os nossos mensageiros. Com esta obra quis deixar uma ajuda a quem trabalha com os mais jovens, nomeadamente aos professores, e aos pais, para quem este livro, também, pode ser uma ajuda para um serão".

A cerimónia contou, também, com a presença de representantes do Comando Distrital da PSP e do Comando Territorial de Setúbal da GNR.


<<  voltar  |  topo  |  Todas as Notícias





Termos e Condições de Utilização
Copyright - Portal da Criança - 2007-2014
Desenvolvido por:
 CCEB