Saúde Puericultura Pré-mamã e Mamã Educação Desenvolv. Infantil Desporto Festas Infantis Material Didáctico Actividades Lúdicas Vestuário Casa e Decor Transportes Produtos Biológicos Yoga Massagem Infantil Seguros e Finanças Viagens e Lazer Animais Ofertas Formativas Artigos 2ª Mão

Publicidade




Ler uma História

A princesa que perdeu a fala



ler história


Receitas da Semana

Cake Pops



ver receita


Venda de Livros

 


 
FacebookTwitterGoogle+LinkedInNewsletter
Notícias

 



Um terço das crianças portuguesas tem excesso de peso
01-07-2009
Público
Um terço das crianças portuguesas sofre de excesso de peso e 13,9 por cento são obesas, revelam os resultados preliminares do Estudo Nacional de Obesidade Infantil, agora divulgados.

O problema afecta do mesmo modo rapazes e raparigas (52,1 contra 47,9 por cento, respectivamente) e a média de idades em que surge (7,5 anos) também é idêntica para ambos os sexos.

O inquérito, da responsabilidade da Direcção-Geral da Saúde através da Plataforma Contra a Obesidade, avaliou um total de 3.847 crianças do 1.º ciclo do ensino básico de 185 escolas de todo o país, numa amostra representativa a nível nacional.

Os resultados apresentados têm como base o Índice de Massa Corporal, de acordo com as tabelas do norte-americano Center for Diseases Control and Prevention, e mostram ainda que, em média, os rapazes são mais altos e mais pesados: uma relação de 122,4 cm/26,6kg nas raparigas e 124,3 cm/27,3kg nos rapazes.

A nível da distribuição geográfica da obesidade, os Açores apresentam uma maior prevalência de pré-obesidade e obesidade, com valores a rondarem os 21 por cento do total de crianças inquiridas. No extremo oposto está a região do Algarve, com valores de 10,7 por cento para a pré-obesidade e de 6,8 por cento para a obesidade.


<<  voltar  |  topo  |  Todas as Notícias





Termos e Condições de Utilização
Copyright - Portal da Criança - 2007-2014
Desenvolvido por:
 CCEB