Saúde Puericultura Pré-mamã e Mamã Educação Desenvolv. Infantil Desporto Festas Infantis Material Didáctico Actividades Lúdicas Vestuário Casa e Decor Transportes Produtos Biológicos Yoga Massagem Infantil Seguros e Finanças Viagens e Lazer Animais Ofertas Formativas Artigos 2ª Mão

Publicidade




Ler uma História

Táxi



ler história


Receitas da Semana

Cake Pops



ver receita


Venda de Livros

 


 
FacebookTwitterGoogle+LinkedInNewsletter
Notícias

 



Plano de Acção para a Segurança infantil apresentado em Maio
31-03-2009
TSF Online
  O Governo vai apresentar, em Maio o Plano de Acção para a Segurança Infantil. O projecto vem colmatar um vazio que existe na área da saúde, de forma a diminuir a mortalidade infantil.

   Em entrevista a Rute Fonseca, Maria do Céu Machado, alta comissária para a saúde, considera que o Plano vem colmatar um vazio existente na saúde. A alta comissária para a saúde diz que é necessário apostar na mudança de leis, de forma a prevenir os acidentes infantis.

   Traumatismos, acidentes rodoviários, afogamentos, queimaduras e intoxicação são as principais causas de morte nas crianças que o Plano de acção para a Segurança Infantil quer combater.

   "Colmata um vazio enorme que existia em Portugal nesta área da saúde", disse Maria do Céu Machado, a alta comissária para a saúde, à TSF.

   A alta comissária adianta que é necessário apostar na mudança das leis, criando normas específicas de segurança para equipamentos em campos de jogos ou para proteger as piscinas.

   Maria do Céu Machado advoga ainda uma lei que proíba que a água saia da torneira a partir de uma determinada temperatura para evitar queimaduras nas crianças, como já existe em vários países.

   O Plano de Acção para a Segurança Infantil está em execução desde finais de 2007, por parte do Ministério da Saúde em conjunto com mais de 50 entidades.


<<  voltar  |  topo  |  Todas as Notícias





Termos e Condições de Utilização
Copyright - Portal da Criança - 2007-2014
Desenvolvido por:
 CCEB