Saúde Puericultura Pré-mamã e Mamã Educação Desenvolv. Infantil Desporto Festas Infantis Material Didáctico Actividades Lúdicas Vestuário Casa e Decor Transportes Produtos Biológicos Yoga Massagem Infantil Seguros e Finanças Viagens e Lazer Animais Ofertas Formativas Artigos 2ª Mão

Publicidade




Ler uma História

Táxi



ler história


Receitas da Semana

Cake Pops



ver receita


Venda de Livros

 


 
FacebookTwitterGoogle+LinkedInNewsletter
Notícias

 



Obesidade infantil: DGS quer código boas práticas nas ementas
06-12-2007
Diário Digital / Lusa
  O responsável pela Plataforma contra a Obesidade defende que as empresas que organizam festas para crianças devem adoptar um código de boas práticas que evite a promoção de alimentos ricos em sabor e pobres em qualidade.

   João Breda manifestou-se preocupado com a existência cada vez maior de empresas que organizam festas para crianças que incluem lanches altamente calóricos e garante que a Direcção-Geral da Saúde (DGS), organismo a que pertence, está atenta ao fenómeno.

   Para o responsável pela Plataforma contra a Obesidade, que entre os vários objectivos visa reduzir a obesidade nas crianças e nos jovens nos próximos quatro anos, as festas infantis são um óptimo pretexto para a promoção de alimentos saudáveis.

   "Da mesma forma que as crianças se divertem a comer alimentos pouco saudáveis, também irão estar satisfeitas se praticarem uma alimentação saudável, usufruindo da cultura de grupo que é muito motivante e não deve ser desperdiçada com maus hábitos", explicou.

   Segundo João Breda, as crianças aprendem "por contágio" a comer alimentos mais saudáveis.

   Este responsável da DGS considera que não há justificação para as ementas não serem compostas por alimentos saudáveis e critica as empresas se estiverem a fazê-lo para obter mais lucros.

   Para evitar estes "abusos", defende a adopção de um código de boas práticas e alerta os pais para estarem atentos à composição das ementas nas festas com que pretendem alegrar os filhos.

   João Breda alerta para a existência de um terço de crianças portuguesas com peso a mais e questiona: "Nessas festas também há crianças com peso a mais. Que preocupações têm as empresas com estes jovens?".

   Mais de metade da população portuguesa tem excesso de peso e uma em cada três crianças tem sobrepeso. Dez por cento são obesas.


<<  voltar  |  topo  |  Todas as Notícias





Termos e Condições de Utilização
Copyright - Portal da Criança - 2007-2014
Desenvolvido por:
 CCEB